Cabosses Cacao Diogo Vaz la marque

Diogo Vaz

Essa conquista em particular destaca a visão e o trabalho árduo da Kennyson Group, dirigida por Jean-Rémy Martin e Eneko Hiriart. A empresa, conhecida pela sua implicação no desenvolvimento rural de África, decidiu relançar o negócio de cacau de São Tomé e Príncipe. A Kennyson assumiu a gestão da centenária plantação de Diogo Vaz em 2014. A visão era optimizar a paisagem única, replantando autênticas variedades de cacau, contribuindo também para harmonizar o nível de vida dos agricultores e colaboradores locais.

Le-savoir-faire-ancestral-par-des-collaborateurs-locaux-

No coração do nosso projeto, existe um aspeto social essencial. Nós fomos inspirados pelas nossas raízes. No Landes (França), os produtos acabados devem apoiar a economia local. De forma oposta acontece na indústria de chocolate, um mercado totalmente desequilibrado. Os grãos são essencialmente produzidos em África, mas os preços são estabelecidos na Europa. Essa matéria-prima é então enviada para a Europa e para os EUA, onde o chocolate é largamente introduzido e consumido. Há 7 milhões de pessoas a trabalhar para produzir cacau e muitas vivem na pobreza. Se pudermos provar que o chocolate também pode proporcionar a estes trabalhadores condições de vida dignas, teremos ganho a nossa aposta.

Jean-Rémy Martin (O presidente Kennyson Group)

“Diogo Vaz” enquadra-se numa tendência crescente que se encontra na América do Sul e na América Central”, o “bean-to-bar”, resume Olivier Casenave (atual Diretor Técnico da Diogo Vaz). O consumidor exige cada vez mais qualidade de produto, rastreabilidade e responsabilidade ética ”.

Este ano, Diogo Vaz concretiza o projecto da sua fábrica de chocolate, graças a equipas locais, com formação em chocolate e confeitaria. Desde as árvores até às tabletes, tudo é produzido localmente.

Une nouvelle usine et un savoir-faire ancestral Diogo Vaz
De la fermentation a la fabrication du chocolat de grande qualite Diogo Vaz

Somos capazes de controlar todo o processo desde as árvores até o produto final. Isso permite-nos conhecer as origens de cada grão de cacau, o controle do  seu processo de fermentação e secagem, a sua torrefação e a fabricação de chocolate

Eneko Hiriart (Director Geral Kennyson Group)

CASA DIOGO VAZ

A fábrica de chocolate Diogo Vaz é uma fábrica de alta qualidade. Os grãos da plantação abastecem diretamente a fábrica, mantendo um preço de compra consistente, o que irá estabilizar consideravelmente e melhorar a receita e as condições de vida de nossos colaboradores.

“Queremos destacar os fundamentos essenciais de um chocolate de qualidade. Nenhuma mistura estranha. Queremos um chocolate exemplar com sabores ricos e aroma de qualidade. Queremos destacar a essência dos nossos preciosos grãos de cacau, como se estivéssemos a trabalhar num óptimo vinho”, finaliza Jean-Rémy Martin.

A nossa missão é de preservar a terra que cultivamos, bem como as pessoas com quem colaboramos. Obtivemos recentemente, em Maio de 2017, a Certificação “Biológico” para  o nosso cacau. Além do cacau, há também muitas variedades de frutas que crescem na plantação, nomeadamente fruta-pão, jaca, pimenta, baunilha, mamão, manga, banana, coco, entre outras.

Picto livraison offerte à partir de 35€ d'achat en France Métropolitaine

Envoi rapide

via DPD

Picto livraison offerte à partir de 35€ d'achat en France Métropolitaine

Livraison offerte

dès 35€ d'achat en France Métropolitaine

Picto paiement sécurisé Visa Mastercard Paypal

Paiement sécurisé

Visa, Mastercard, Paypal